FrenchSpanishEnglishPortuguese

Rota dos Azulejos

O azulejo não teve a sua origem em Portugal, contudo, temos um património bastante expressivo e original que se adaptou sempre aos condicionalismos económicos, sociais e culturais das épocas.

A ideia de cobrir paredes, pavimentos e até tetos com azulejos foi introduzida em Portugal pelos Mouros.

A partir do século XVI, Portugal começou a produzir os seus próprios azulejos.

Os azulejos foram, e continuam a ser, muito importantes para a arquitetura de interiores e exteriores dos edifícios portugueses.

O Ribatejo dispõe de um património significativo em azulejo, segue-se a lista de alguns dos locais onde poderá visitar para os apreciar:

Banco forrado a azulejo, no Jardim das Portas de Sol

Estação de Caminho de Ferro:

  • Santarém
  • Azambuja
Estação de Comboios de Santarém
Estação de Comboios de Santarém - pormenor dos azulejos
Estação de Comboios da Azambuja

Mercado Municipal:

  • Santarém (no momento encontra-se a sofrer obras de requalificação)
Mercado Municipal de Santarém
Painel de Azulejos do Mercado Municipal de Santarém

Igrejas:

  • Coruche

    • Igreja de São Pedro

  • Santarém

    • Igreja de Santa Iria

    • Igreja de São Nicolau

    • Capela de Nossa Senhora do Monte

    • Igreja do Convento de Almoster

    • Igreja de Marvila

    • Igreja de Santa Cruz

    • Igreja do Santíssimo  Milagre

  • Benavente

    • Igreja da Misericórdia

  • Salvaterra de Magos

    • Igreja Matriz de Salvaterra de Magos

  • Chamusca

    • Igreja Matriz da Chamusca

  • Golegã

    • Igreja Matriz

    • Igreja da Misericórdia

  • Azinhaga

    • Igreja Matriz de Azinhaga