FrenchSpanishEnglishPortuguese

Azambuja – Vila Franca de Xira

Azambuja

A palavra Azambuja vem do romano Oleastrum e do árebe Azzabuja (olival bravo) e como e depreende, ali o azeite foi, em tempos, rei e senhor.

Doada por D. Afonso I a D.Childe Rolim, de origem inglesa, por o ter ajudado a conquistar Lisboa, voltaria a ser doada por D. Sancho I ao filho daquele, após ter sido palco de fratricidas lutas entre lusitanos e árabes.

Ali bem perto. D. Dinis mandou plantar o pinhal da Azambuja.

O que visitar:

A Igreja Matriz tem um aspeto bastante sólido, de origem quinhentista.

 O Pelourinho é outro símbolo local que vale a pena conhecer. Com a sua coluna cheia de rosetas e um escudo com a flor de Lis.

A Igreja da Misericórdia, de aspeto seiscentista, embora alguns aspectos relembrem o período manuelino.

É interesse a visita às ruínas do palácio, chamado “palácio da rainha”.

Local de interesse é também as Virtudes a caminho do Cartaxo), onde pode ver o que resta da Igreja do Convento de Franciscanos, que ali foi mandada erigir por D. Duarte, para celebrar a conquista de Ceuta aos mouros. Isto com uma bela mata bem em volta.

Vila Franca de Xira

Situada à beira Tejo e rodeada pela indústria que dominam a região.

Tradicionalmente, é um centro de criação de cavalos e touros.

Principais locais de interesse:

  • Frente Ribeirinha
  • Alto do Senhor da Boa Morte
  • Cais de Alhandra
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Purificação (Cachoeiras)
  • Chafariz do Caminho do Jogo
  • Antigo Convento de Nossa Senhora de Subserra (Castanheira do Ribatejo)
  • Ermida de São Romão (São João dos Montes)
  • Capela de Santa Eulália (Vialonga)